.

domingo, 28 de dezembro de 2008

"LIBERDADE" - Carlos Rímolo.

Quisera ser a doce brisa intrépida e fagueira a voar,
Ser as suas asas libertas no infinito céu a plainar,
Para tocar os cumes das grandes montanhas geladas,
Navegar pelos rios e, pelas pradarias livre correr,
Levando nessa minha viagem essa liberdade e viver,
Caminhar feliz e sem rumo por intermináveis estradas!

Sentir sob meus pés esse mundo de magia e encantamento,
De sonhos que nos envolve e nos causa deslumbramento,
Onde cada descoberta, cada passo nos leva à emoção,
Tendo atreladas em mim essas asas da doce brisa,
Que afoita e lépida por misteriosos e belos caminhos desliza,
Trazendo à minh’alma felicidades e contemplação!

Passear livre pelos céus, ver o sol e estrelas a brilhar,
Conhecer a beleza da noite e namorar o insólito mar,
Beijar as verdes folhas das palmeiras e feliz sacolejar,
Navegar nas águas remansas dessa minha imaginação,
Não deixando rastros do imaginário e ver em tudo razão,
Uma realidade d’alma que habita nosso ser, nosso coração!



2 Comentários:

  • nossa!! belas poesias onde posso ter um livro lindo desse amei e amo tudo isso e adoro ler poesias vc esta de parabens querido adorei ser sua amiga um beijoooo e muito sucesso pra vc ok ????

    Por Blogger Elivaine, às 14 de janeiro de 2009 11:47  

  • Quisera ser a doce brisa intrépida e fagueira a voar,
    Ser as suas asas libertas no infinito céu a plainar,
    Para tocar os cumes das grandes montanhas geladas,
    Navegar pelos rios e, pelas pradarias livre correr,
    Levando nessa minha viagem essa liberdade e viver,
    Caminhar feliz e sem rumo por intermináveis estradas!

    Sentir sob meus pés esse mundo de magia e encantamento,
    De sonhos que nos envolve e nos causa deslumbramento,
    Onde cada descoberta, cada passo nos leva à emoção,
    Tendo atreladas em mim essas asas da doce brisa,
    Que afoita e lépida por misteriosos e belos caminhos desliza,
    Trazendo à minh’alma felicidades e contemplação!

    Passear livre pelos céus, ver o sol e estrelas a brilhar,
    Conhecer a beleza da noite e namorar o insólito mar,
    Beijar as verdes folhas das palmeiras e feliz sacolejar,
    Navegar nas águas remansas dessa minha imaginação,
    Não deixando rastros do imaginário e ver em tudo razão,
    Uma realidade d’alma que habita nosso ser, nosso coração!
    esta e maravilhosa sua amiga elivaine ameiiiiiiii

    Por Blogger Elivaine, às 14 de janeiro de 2009 11:49  

Postar um comentário

<< Home